Dinheiro feat. Tito Gusmão (CEO e fundador da Warren) - ep #11
17/08/2020

Hoje recebemos aqui no Capitalistas de Merda, Tito Gusmão, CEO e fundador da Warren. Falamos sobre o lado psicológico do dinheiro, como não cair nas armadilhas e ilusões de quem vende a ideia de que existe uma fórmula mágica para virar milionário. Tito dá excelente dicas de como entrar no mundo dos investimentos. Ele também fala sobre a relação diferente com o dinheiro que temos no Brasil.

Pauta do episódio

Hoje estou aqui para esse que possivelmente será o episódio mais Capitalista de todos!
Antes de falar sobre o convidado eu gostaria de ler um trecho da música “Você” do Dead Fish.

“Faça-se a razão
Embaixo dos olhos da escravidão
Não repita o que fez ontem
Hoje não mais duvidar
Sofrer por você
Viver lutar
De joelhos hesitar
Por não te desejar
Passos largos em direção
Desejos por trás de desejos
Sem te ter amor
Por todas as contas, por todos os objetos
Esta é a tendencia, isso é viver
Por mais coêrencia, mais acertos, muito mais alvos
Muito mais cor
Sofrer por você
Viver lutar
De joelhos hesitar
Por não te desejar
Passos largos em direção
Desejos por trás de desejos
Por tanto te odiar
E por isso cantar
Por isso trabalhar, por isso roubar
Por mais forte que seja
Você está aqui, dinheiro

Eu gosto tanto dessa música. É uma das poucas músicas que conheço que tem um plot twist no final.
Somente na última palavra no final da música é que percebemos que o contexto todo era sobre: DINHEIRO.

O convidado de hoje é um empreendedor da área de finanças.
Segundo ele, a paixão por empreender, por finanças e investimentos surgiu porque nunca ganhou mesada.
Ele virou um pesquisador sobre investimentos e acabou se tornando o guru dos seus amigos. Quem queria saber sobre investimentos, corria até ele.
Meio que ao acaso encontrou uma galera que falava a mesma lingua e começou a trabalhar nessa pequena empresa de investimento.
Essa pequena empresa se tornou a maior corretora do país.
Depois disso, ele decidiu que precisava sair para empreender novamente.
Ele queria criar uma empresa diferente, com foco em entregar uma experiência fácil de investir, 100% alinhada com o cliente e construída com DNA de empresa de tecnologia. Foi aí que surgiu a Warren, empresa que oficilamente abriu em 2017 e hoje já conta com mais de 60.000 clientes no Brasil, eu incluso.

Comigo aqui hoje, Tito Gusmão, CEO e fundador da Warren.

  • Papo de grana e como a Warren cresceu rápido

  • Tito, tu comenta que na época que começou a estudar esse mundo tu encontou um problema “O gerente do banco não sabia o que dizer. O curioso é que não sabem até hoje.”
    Eu realmente não entendo como essas instituições tão poderosas, tão absurdamente ricas conseguem entregar um serviço tão ruim.

  • Como investir sem ilusão? No contexto atual, muitas pessoas estão “ensinando como ganhar dineheiro”.

  • O lado psicológico do dinheiro

  • A pauta mais presente aqui no Capitalistas de Merda é justamente sobre o impacto do capitalismo, da tecnologia, etc.
    Não posso deixar de te perguntar qual tua posição pessoal e empresarial em relação à desigualdade que o Capitalismo propaga.

  • Como os investimentos e os projetos tecnológicos podem chegar às minorias? Como fornecer acesso aos serviços e acesso à internet àqueles que não podem aumentar a taxa de lucro dos investimentos? Como o mercado de investimentos enfrenta a questão das desigualdades sociais que ficam tão evidentes nestes tempos de pandemia?

Em vídeo

Para quem gosta de consumir o conteúdo em vídeo, segue abaixo. E ah, se inscreve lá no canal do Capitalistas de Merda no YouTube!

Dicas

📺 Billions: https://www.imdb.com/title/tt4270492
📺 Good Time: https://www.imdb.com/title/tt4846232
📺 Uncut Gems: https://www.imdb.com/title/tt5727208

Créditos

Música de abertura: Capitalistas de Merda, Jaydson Gomes
Música de fundo: Making Money - Jeremy Korpas


Hosts

Jaydson Gomes

Jaydson Gomes

Jaydson Gomes atua na área da tecnologia desde o início dos anos 2000. Antes disso, seu contato com computadores só era possível quando visitava seus primos, que já possuíam acesso à tecnologia. Somente por volta dos 16 ou 17 anos é que teve seu primeiro computador, um AMD K6 II 500Mhz com overclock. Sua primeira interação com o mercado da tecnologia foi em seu primeiro emprego, em uma loja de informática de um amigo, onde aprendeu a montar e consertar computadores.


Participantes deste episódio

Tito Gusmão

Tito Gusmão

Minha paixão por empreender, finanças e investimentos surgiu porque nunca ganhei mesada. Pra comprar um chocolate eu tinha que cortar a grama ou lavar a louça em casa. E daí na hora de comprar o tal chocolate, eu sabia exatamente o esforço que ele estava me custando.
Os pratos em casa não eram muitos e a grama não crescia tão rápido, então eu precisava achar formas diferentes de ganhar dinheiro e desde cedo me aventurei a empreender. Fui dando certo em diversos negócios e queria saber como investir bem a grana que ganhava. O problema é que o gerente do banco, na época, não sabia o que dizer. O curioso é que não sabem até hoje.

Virei um pesquisador sobre investimentos e acabei me tornando o guru dos meus amigos. “Quer saber sobre como investir? Fala lá com o Tito.” Até que, durante o ensaio com minha banda (minha outra paixão é música) um amigo disse que tinha conhecido um pessoal de uma empresa de investimentos e que eles falavam a “minha lingua”. Fui só conhecer e acabei sendo contratado. A empresa era pequena e eu foi um dos tantos que ajudaram a virar a maior corretora do país.

Depois de quase 10 anos nela, algumas coisas me incomodavam e eu precisava sair para empreender novamente. Precisava construir minha proposta de empresa de investimentos. Uma empresa diferente, com foco em entregar uma experiência fácil de investir, 100% alinhada com o cliente e construída com DNA de empresa de tecnologia. Foi aí que surgiu a Warren.

Eu morava em NY, convenci dois sócios a entrarem na jornada e construímos um protótipo que apresentamos em uma das maiores feiras de tecnologia dos EUA. Eram 500 empresas e ficamos entre as 10 melhores. Logo chegou nosso quarto fundador, que nos sugeriu começar a Warren no Brasil.

Abrimos as portas oficialmente em março de 2017, então somos bebês dando os primeiros passos, mas muito animados com este início. Já são mais de 60 mil clientes investindo bem com a Warren.