A importância do jornalismo nos tempos atuais feat. Alexandra Zanela - ep #2
08/06/2020

Neste segundo episódio tenho o prazer de falar com minha grande amiga, Alexandra Zanela. A Ale é sócia e cofundadora da Padrinho, uma agência de conteúdo muito massa! Nesse papo falamos principalmente sobre fake news e mais um monte de coisa, até chegar no tema título deste episódio, a importância do jornalismo em tempos atuais.

Olá, eu sou o Jaydson Gomes e este é o Capitalistas de Merda.
Neste segundo episódio tenho o prazer de falar com minha grande amiga, Alexandra Zanela.
A Ale é sócia e cofundadora da Padrinho, uma agência de conteúdo muito massa, que inclusive recomendo!
Eu conheci a Ale no período onde tanto eu como ela dedicávamos nosso tempo a outra empresa, no caso, o portal Terra.
Nesse papo falamos principalmente sobre fake news e mais um monte de coisa relacionada, até chegar no tema título deste episódio, a importância do jornalismo em tempos atuais.

Em vídeo

Para quem gosta de consumir o conteúdo em vídeo, segue abaixo. E ah, se inscreve lá no canal do Capitalistas de Merda no YouTube!

Citações

Matinal Jornalismo: https://matinaljornalismo.com.br

Créditos

Imagem de destaque: https://unsplash.com/photos/t8T_yUgCKSM
Música de abertura: Capitalistas de Merda, Jaydson Gomes


Hosts

Jaydson Gomes

Jaydson Gomes

Jaydson Gomes atua na área da tecnologia desde o início dos anos 2000. Antes disso, seu contato com computadores só era possível quando visitava seus primos, que já possuíam acesso à tecnologia. Somente por volta dos 16 ou 17 anos é que teve seu primeiro computador, um AMD K6 II 500Mhz com overclock. Sua primeira interação com o mercado da tecnologia foi em seu primeiro emprego, em uma loja de informática de um amigo, onde aprendeu a montar e consertar computadores.


Participantes deste episódio

Alexandra Zanela

Alexandra Zanela

Alexandra é viciada no mundo digital, em novas tecnologias, em café e Coca-Cola.
Dorme facilmente com o celular na mão e assim que descobre uma nova ferramenta precisa dedicar seu tempo para conferir as funcionalidades.
De ‘riso frouxo’, detesta trabalho mal feito, mas adora um bom papo sobre ele.
Já foi repórter de rua, passou pelas redações do Diário de Santa Maria, pelo online do Diário Catarinense e clicRBS SC (editora online) e pelo Terra (editora-executiva) antes de criar a Padrinho junto com um amigo de longa data.